Mooca e Liberdade

No último, quente e ensolarado sabadão, a pedida era fazer um passeio tradicional por Sumpaulo. A idéia do Thomaz era ir assistir ao jogo do Juventus, o Moleque Travesso, no lendário campo da rua Javari. Já tinha ido lá e realmente é muito legal. Mas dessa vez a decepção foi total. Chegamos atrasados, obviamente, no meio do primeiro tempo. Bilheteria e portão fechado. Demos literalmente com a porta na cara. Tentamos insistir, mas não teve jeito. O carinha da federação definitivamente não foi com a nossa cara. Quando acabou o primeiro tempo um velhinho saiu puto, falando ‘nem vale a pena entrar, tá muito ruim’. O Juve perdeu de 4×1, o time tá uma draga. Enfim, o jeito foi ir no bar da esquina. Depois de tomar umas e outras, voltamos pra porta da javari encher mais um pouco o saco do cara da federação, e quando acabou o jogo conseguimos entrar pelo menos pro pessoal ver o estádio. Decepcionados, fomos embora da Mooca. O Nòia já tava achando que a Mooca tinha alguma coisa contra ele. “Sempre que venho aqui dá merda”, repetia.

Decidimos afogar as mágoas mandando um rango na Liberdade. Descemos na Praça do Correio, onde tava rolando uma inenarrável feira do rolo. O Thomaz levou pra casa uma torredeira por TRÊS CONTO. hehe. Atravessamos o viaduto Sta. Efigenia, largo São Bento, rua Boa Vista, Pateo do Colegio e Praça da Sé, e chegamos na Liba cansados e famintos. Fomos diretos pro grande Chi Fu, que tá reformado, chique no úrtimo. Era umas 19h e já tava cheio. Comemos pra caraio. Lula apimentado, siri, arroz chop suey, rolinho primavera, macarrão com frutos do mar… o siri deu um trampo pra comer, mas tava bão.. porém nada ganha da lendária LULA APIMENTADO, puro delírio gustativo. nham. E o ambiente do Chi Fu é sensacional. No andar superior tava rolando uma festa da MÁFIA, com direito a chinês cantando no karaokê e black labels nas mesas. A conta deu módicos 30 conto pra casa, e isso pq a gente abusou.

Empanturrados, fomos pra casa do Nóia pro digestivo. Tava começando a passar TROPA DE ELITE no telecine. Vimos inteiro, mas pra falar do filme preciso de um post próprio. Enfim, depois do filme tomei o rumo de casa, mas como o calor ainda era grande, dei uma perambulada pela vila madá pra tomar umas saideiras, mas já tava quebrado… Peguei a salvadora van do Kassab pra casa e dormi o sono dos justos. Resumindo, um bom sabadão de sol na selva de pedra, apesar de não ter conseguido ver o moleque travesso tomar um chocolate.

Anúncios

~ por pnoviello em 12/03/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: